Como Preencher um Cheque Corretamente – Dicas Práticas

Muito utilizado antigamente, o talão de cheques caiu em desuso por muito tempo com a chegada dos cartões de crédito e débito, que sem dúvida alguma facilitaram demais a vida daquelas pessoas que são mais organizadas em relação à suas finanças pessoais.

Porém, ao mesmo tempo que os cartões auxiliaram alguns, muitos outros consumidores acabaram caindo naquela terrível armadilha, que é utilizar os cartões, principalmente o de crédito, para pagamentos supérfluos e não tão importantes assim, gerando aquela terrível bola de neve que são os juros para quem não faz o pagamento total da fatura.

Por isso, com o objetivo de ajustar o orçamento e pagar à prazo aquelas contas que realmente sejam necessárias, muitas pessoas estão voltando a utilizar os cheques, deixando um pouco de lado o cartão de crédito.

Caso você seja portanto mais um desses consumidores que voltaram a aderir o uso do talão de cheques, mas tem dúvidas sobre como preencher um cheque corretamente, confira na sequência algumas dicas simples porém fundamentais que reunimos para evitar que você seja vítima de fraudes e assim fazer uso deste recurso com toda segurança e tranquilidade.

Como Preencher um Cheque de Forma Correta – Dicas Práticas

 

Cheque Preenchido

Campo 1

Neste local da folha você deverá preencher de forma numérica o valor que pagará por este cheque.

O maior cuidado que você precisa ter aqui é evitar deixar espaços onde um golpista possa acrescentar números e assim alterar o valor original do cheque.

Por isso, a principal dica aqui é que logo no começo do preenchimento e ao término do mesmo, você acrescente dois símbolos de jogo da velha no local, evitando qualquer preenchimento posterior.

Campo 2

Neste campo você deverá informar novamente o valor do cheque, porém o preenchimento agora deverá ser feito por extenso, nominando o valor da folha.

A maior dica aqui para um preenchimento seguro é escrever tal quantia dentro de parênteses, pois estes símbolos novamente evitarão que um golpista tente rasurar ou adulterar aquele valor preenchido originalmente.

Outra dica importante de segurança aqui é fazer logo após a escrita por extenso, uma linha por todo espaço em branco que estiver sobrando.

Campo 3

No campo 3 temos mais uma forma de proteção ao seu cheque, pois neste local você deverá informar o nome de uma pessoa física ou estabelecimento comercial à qual se destina tal pagamento feito via folha de cheque, ou seja, somente ela poderá compensar os valores descritos mediante apresentação de documento.

Campo 4

Este campo é muito simples, pois aqui você deverá apenas informar o nome do município onde você está fornecendo a folha e a data com o dia de tal transação.

Campo 5

Por fim, neste último campo será necessário apenas que você assine o cheque, lembrando que tal assinatura deverá ser idêntica aquela que você fez em seu RG.

Uma dica importante aqui também é que você crie uma assinatura de difícil “imitação” e a leve para ser reconhecida em um cartório, esta é mais uma forma de você ficar bem protegido contra qualquer infortúnio possível ao emitir uma folha de cheque.

Bom, esperamos que estas dicas simples, porém muito importantes, sobre como preencher um cheque corretamente tenha de alguma forma te ajudado com suas dúvidas e dificuldades.

Caso tenha restado ainda assim qualquer dúvida, nos escreva um comentário abaixo que rapidamente responderemos, lembrando que na próxima postagem traremos dicas agora sobre como funciona e como preencher um cheque pré-datado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *