Origem das Festas Juninas – Veja Como Começaram no Brasil

Origem das Festas Juninas

O tempo realmente passa muito depressa e já estamos praticamente no meio do ano novamente, chegando aos meses de junho e julho. Nestes meses é comum vir também a época mais fria do ano, por isso as festas juninas com suas comidas e bebidas típicas, servidas bem quentinhas, fazem a cabeça de todo mundo.

Esta é sem dúvida uma das festas mais comemoradas em todo país, mas apesar disso, muitos ou a grande maioria das pessoas na verdade, não sabem exatamente qual o significada desta comemoração ou de onde surgiu tal tradição, entre outras informações.

Por isso, se você deseja conhecer um pouquinho mais quais são as Origens das Festas Juninas e assim enriquecer seu conhecimento sobre esta cultura e tradição brasileira, se atente às informações que traremos na sequência.

Como dissemos acima, esta comemoração típica faz parte da cultura e tradição brasileira, porém ela não é uma festa genuinamente nacional, pois ela foi trazida ao nosso país por volta do ano de 1500, isso mesmo, logo após a descoberta do Brasil pelos portugueses, mais precisamente durante o período de colonização.

Dentre todas as características, comemorações e aspectos da cultura européia, sem dúvida alguma esta foi uma que mais foi absorvida pela recente colônia criada.

Interessante dizer ainda que o nascimento das comemorações juninas foi durante o período conhecido como pré-gregoriano, ou seja, era uma festa pagã celebrada pelos povos para comemorar à grande fertilidade da terra, suas boas colheitas e a esperança e um pedido de dias ainda melhores no futuro. Naquele tempo esse período foi designado como solstício de verão e aconteciam justamente no dia 24 de junho (para nossa cultura hoje em dia ficou conhecido como dia de São João).

Origem das Festas Juninas – Qual Razão da Escolha do Nome

Estas comemorações após absorção pela Igreja, eram denominadas como festas Joaninas primeiramente e ganharam tal nome com objetivo de prestar uma homenagem para o personagem bíblico João Batista, conhecido também por ser primo de Jesus e que ainda de acordo com as escrituras sagradas, pregava o arrependimento das pessoas e as batizava com água, visando a purificação das mesmas para a vinda de Jesus.

Foi desta forma portanto, com a absorção dos costumes pagãos e após sua adaptação aos costumes religiosos que as festas juninas passaram a ser uma comemoração oficial da Igreja Católica, que passaram a homenagear agora também 3 de seus principais santos, ficando o dia 13 para homenagem à Santo Antônio, o dia 24 para São João e finalmente o dia 29 para dedicação a São Pedro.

Um dos grandes motivos pelos quais se explicam a fácil aceitação desta comemoração no Brasil foi o fato de tanto os negros quanto a população indígena aceitarem e se adaptarem a tais festas, pois as mesmas de certo modo se assemelhavam muito com as comemorações e festas típicas de suas respectivas culturas.

Festas Juninas Brasileiras

Após a aceitação de todos os povos, ela foi virando aos poucos tradição entre todos, sendo posteriormente ao passar dos anos sendo difundidas por todo país, porém foi na região nordeste do Brasil que essa festa realmente encontrou raízes fortes para se fixar, tornando-se realmente parte importante hoje em dia da cultura de nosso povo e de nossa gente.

Para termos ideia de como são importantes no nordeste, temos de dizer que as festas juninas são muito acirradas, pois durante todo mês de junho são feitos diversos concursos visando eleger quais são os melhores grupos de dança da quadrilha (dança típica), quais são as melhores receitas das comidas típicas da festa também, entre muitas outras disputas.

Por conta de toda esta movimentação não é nem necessário dizer sobre o quanto elas contribuem com o orçamento dos principais municípios da região nesta época não é mesmo, isso porque o fluxo de turistas que seguem para o nordeste é altíssimo, todos ávidos para celebrar da melhor maneira e aproveitar as muitas festas existentes, colaborando desta forma com o fluxo de caixa dos mesmos.

No decorrer do tempo, diversos outros símbolos foram sendo acrescentados nas comemorações e também se tornaram típicas da festa, como as enormes fogueiras e as diversas brincadeiras, tais como o “pau de sebo”, o “correio elegante”, o “casamento na roça”, entre diversas outras que tem sempre a intenção de divertir a todos os presentes.

Em um próximo post abordaremos melhor aquela que é considerada a melhor parte das festas juninas, que é sem dúvida alguma as comidas típicas, entre prepare-se e não deixe de conferir receitas por exemplo de bolos, caldos, pamonhas, curau, milho cozido, canjica, entre muitos outros.

Esperamos que estas informações sobre a Origem das Festas Juninas no Brasil e no mundo lhe tenham sido úteis, mas caso tenha restado alguma dúvida, entre em contato conosco nos enviando um comentário, pois brevemente os responderemos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *